16/10/2019

PDI

Série: Desenvolvimento de Carreira

Plano de desenvolvimento individual

Plano de desenvolvimento, carreira, planejamento

O coração pulsante das empresas está longe de ser seus produtos comercializados ou os serviços prestados por elas, mas sim os seres humanos que constituem as equipes inseridas na organização. A empresa pode ter o melhor produto ou o melhor serviço, mas se houver uma equipe desalinhada, deficitária na produção ou entrega, o produto ou serviço estará totalmente comprometido e os resultados aquém do esperado ou do que poderia ser um grande sucesso.  

Entendendo isso, cada vez mais as empresas estão olhando e investindo nas pessoas e, para isso, uma das ferramentas que apoia muito, tanto gestores quanto equipe é o PDI – Plano de desenvolvimento individual. Trata-se de uma ferramenta a qual possibilita identificar como melhor aproveitar os talentos de um time, saber dos pontos fortes de um indivíduo, levantar gaps de competências técnicas ou comportamentais necessárias para as atividades realizadas, conhecer e oportunizar os melhores direcionamentos para a carreira de cada profissional, de forma alinhada com os valores e estratégias da empresa, contribuindo ainda, com a liderança imediata, a partir de dados para apoio e direcionamentos mais assertivos. O grande benefício para a equipe é ter uma ferramenta que possibilite essa equipe ser melhor ouvida, percebida e apoiada no seu desenvolvimento, visando seu crescimento.

Formas de realizar o PDI

As empresas utilizam esse processo de formas diferenciadas, por exemplo, algumas empresas trabalham apenas com levantamento feito pelo profissional de RH (Recursos Humanos), já outras associam à avaliação 360 graus, o que acredito contribuir muito.

É importante o cuidado de realizar esse processo com todos os profissionais da equipe, não apenas com parte dele, como se fosse um privilégio para equipe gerencial, por exemplo.

Quem realiza e como?

RH, profissional, PDI

A equipe responsável por conduzir o PDI está inserida no RH, a qual deve ser ética, no que tange à imparcialidade e sigilo de informações trabalhadas.

Quando acompanhado de avaliação 360 graus, para dar maior idoneidade ao processo, utilize ferramentas de ERP existente na empresa, desde que não permita identificação dos feedbacks, ou então, contrate ferramenta externa, que tenha essa cuidado. Quando os profissionais sabem disso, se sentem mais seguros para trabalhar suas contribuições.

Preparação para participar

No processo inicial de ambientação do profissional na empresa é importante citar esse trabalho e explicar o funcionamento, para quando o profissional for convidado a participar, ele esteja melhor preparado e com maior abertura psicológica para isso. Contudo, quando o profissional é novamente abordado e convidado a participar, a comunicação deve ser efetiva e cautelosa, para que ele lembre da importância do PDI e como será importante a contribuição dele para ele mesmo se beneficiar dessa oportunidade.

Cuidados necessários

É fundamental entender que para que todos se sintam confortáveis em participar do PDI, consigam confiar no processo e na equipe que o conduz, jamais realize demissões após processo de PDI, pois você comprometerá, junto à equipe, uma ferramenta extremamente eficiente para a empresa, visto que provocará medo em outros profissionais e eles não serão espontâneos na contribuição, muitas vezes, contaminando as informações trazidas.

PDI e novas demandas

sucesso, carreira, treinamento, aprendizado

Através do PDI os líderes podem perceber algumas novas demandas, tanto da sua própria atuação de direcionamento ou acompanhamento dos funcionários, quanto da necessidade de novos desenvolvimentos na equipe oriundos de Coaching, Mentoria ou treinamentos técnicos e, assim, acionar a equipe responsável pelo Treinamento e Desenvolvimento da empresa.

Periodicidade e acompanhamento

carreira, desenvolvimento, coaching

O intervalo de tempo varia conforme as estratégias de cada empresa, mas geralmente as empresa fazem anualmente. Entretando, o acompanhamento de necessidades levantadas no PDI é muito importante para que os resultados sejam percebidos.

Por exemplo: suponhamos que houve necessidade de trabalhar determinada competência comportamental em um funcionário, então em 3 meses pode ser acompanhado sua evolução e levantar novas orientações para o êxito do que precisa desenvolver.

Para novos profissionais, o primeiro PDI do profissional pode ser feito em 6 meses, para ajustar algumas rotas necessárias e depois refazer anualmente, lembrando também que acompanhar o trabalho de desenvolvimento do time é uma das atividades do cargo de gestão e não deve ser terceirizado para processos da área de RH.

Vale ressaltar que o PDI será efetivo se a Direção e Gestão da equipe estiverem dispostas a dedicar tempo e energia para contribuição do processo, caso contrário, a ferramenta não terá o devido proveito para os resultados esperados por todos.

Revisão: Felipe Toazza Caldeira

Receba nossos posts por e-mail

Melhore sua vida profissional

Muito obrigada! Logo entraremos em contato.
Oops! Algo não funcionou como deveria, confira seus dados!
Nós odiamos lixo eletrônico, tanto quanto você.

Acompanhe:

Fale com a Daiane Cordeiro Coach em Curitiba pelo whatsappFacebook da Daiane Cordeiro Coaching & Training, Coach e Treinamentos focados em melhorar seus resultados em Curitiba e regiãoInstagram da Daiane Cordeiro Coach and Training Curitiba. Conheça o método que vai mudar sua vida profissional.Adicione a Daiane Cordeiro no seu linkedin e saiba todas nossas novidades.Adicione o canal da Daiane Cordeiro Coach em Curitiba
Grimpo Comunicação, atraia mais clientes através da internet. Criação de Sites, Marketing Digital e mais serviços pensados para aumentar seu faturamento.